Peru: conheça uma cultura milenar viva e única

Tempo de leitura: 6 minutos

Visitar o Peru é respirar o passado dos tempos pré-colombianos, conferir resultados de sua fusão com a cultura vinda dos Espanhóis, transbordando manifestações que mantêm ainda vivas e renovadas suas culturas. Berço da cultura inca, a história e natureza estão conectadas em cada pedra dos calçamentos das antigas cidades, em cada monumento, em cada montanha sagrada, em cada raio de sol que banha o país, que não deixa de olhar para o presente e para o futuro.

O Peru tem se destacado como um dos melhores destinos de viagens devido ao investimento do governo no turismo. Com o turismo, ampliou-se a valorização de sua história, cultura, natureza e gastronomia. Isso lhe valeu, em 2017, o prêmio de principal atração turística do mundo, pelo World Travel Awards.

Lima – a porta de entrada

A capital e maior cidade possui uma história bastante peculiar. A arquitetura colonial espanhola predomina porque a cidade foi construída em 1533 pelos espanhóis para mostrar seu poder sobre os conquistados. Lima é a única capital Sul-Americana em frente ao mar e onde tradição e modernidade convivem em cada canto. Seu Centro Histórico foi declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco, um convite a conhecer seus museus e complexos arqueológicos.

Um de seus principais atrativos, a Plaza Mayor é o marco zero e principal espaço público. Ali estão localizados o Palácio de Governo, residência presidencial; a Catedral e o Palácio Municipal, a prefeitura de Lima.

Além da arquitetura e arqueologia, há opções para colecionadores de artesanatos, observadores de aves, amantes de museus, adeptos de praias e degustadores de boa comida. A noite em Lima tem múltiplas opções que não deixarão de te surpreender: lojas, diversão e o melhor da gastronomia, tudo em frente ao mar.

E por falar em gastronomia, a cozinha peruana é considerada uma das mais privilegiadas do mundo, e fez com que o Peru fosse eleito pelo 6º ano consecutivo, pelo World Travel Awards, como o Melhor Destino Culinário do mundo.

Uma atração bastante peculiar em Lima é o parque urbano público do Circuito Mágico das Águas, considerado o maior complexo de fontes de água do mundo. São 12 fontes que jorram águas em graciosos formatos e tipos, que se completam com o jogo de luzes coloridas. Esta é uma forma de arte contemporânea a qual o espectador pode participar.

Cusco – a antiga capital

Antiga capital do império inca, a cidade teve boa parte de seus monumentos parcialmente destruídos, dando lugar a edificações cristãs, como a Catedral – que impressiona pela grande quantidade de ouro e as obras de arte – e o Templo da Companhia de Jesus.

Já a Praça de Armas é uma importante área cerimonial na qual é celebrada, anualmente, a Festa do Sol, o Inti Raymi, encantadora festa da cultura Inca, um evento histórico religioso que começa a ser festejado em Qoricancha, um dos mais atrativos complexos arqueológicos de Cusco, passando pela Praça de Armas em um cortejo até outro sítio arqueológico no arredores, o impressionante Sacsayhuaman, para o encerramento cerimonial.

Além destes, muitas outras obras arqueológicas resistem ao tempo, com a ajuda em sua conservação de algumas pessoas, associações e do governo, como Ollantaytambo, Pisac, Qenqo, Moray, Tipon, Tambomachay e outros.

Será a oportunidade de desfrutar dos melhores restaurantes do Peru, principalmente ao redor da Praças de Armas, com uma culinária considerada das melhores do mundo.

Machu Picchu – a vedete do turismo no país

Visitar o Peru e não passar por Machu Picchu é como ir à Roma e não conhecer a Capela Sistina. Localizada a cerca de 2.400 metros de altitude, na chegada, a vista panorâmica é aquela famosa das fotos e impressiona por ser real. A montanha ao fundo, que parece um perfil humano deitado, é a Huayna Picchu e a subida vale a pena porque dali é possível apreciar a cidade de um ângulo que poucas pessoas conhecem.

Percorrer as ruas da antiga cidade, que foi importante lugar para a história da civilização Inca, leva cerca de quatro horas. No trajeto, chamam a atenção os inúmeros muros, casas e templos, como o do Sol, o do Condor e o da Lua, e outras tantas ruínas em pedra, com encaixes precisos, com a espessura de uma folha de papel.

É um lugar conhecido por proporcionar uma belíssima vista contemplativa para o arredor montanhoso, além da experiência de sentir a energia que o local emana naturalmente; algo que permite meditações profundas para pessoas que estão em busca de autoconhecimento.

Puno – festa e lendas às margens do Titicaca

Está situado sobre a chapada andina, dominada pela presença do Lago Titicaca, lugar sagrado dos incas, povoado de ilhas naturais e artificiais. Possui sítios arqueológicos pré-hispânicos de construções circulares chamadas desde sua origem de chullpas.

Suas igrejas se caracterizam por uma marcada arquitetura colonial. É um povo orgulhoso do seu passado quechua e aymará, de tradição folclórica que explode a cada ano em danças e ritos durante a festa da Candelária.

Está localizado na serra sul do Peru, e compartilha sua fronteira e o Lago Titicaca com a Bolívia. Tem um relevo basicamente plano, uma vez que boa parte do território fica sobre a chapada do Collao.

Arequipa – nobre e vulcânica

Arequipa é conhecida como a Cidade Branca (Ciudad Blanca), porque grande parte das edificações são construídas com silhar, pedra branca proveniente das imensas pedreiras formadas pela lava dos vulcões que guardam a cidade. Nos arredores, encontramos picos nevados, vulcões imponentes como o Misti, profundos cânions como o Cotahuasi e o Colca, reconhecida gastronomia, enseadas e praias

Outros passeios imperdíveis

Amantes do trekking não podem deixar de fazer uma das trilhas incas. A Clássica, e mais conhecida, possui 40 quilômetros de extensão e pode ser feita em quatro dias, com pernoites em campings. Já a de “Salkantay”, nome da montanha nevada que acompanha o caminho, também pode ser percorrida em quatro dias, mas o pernoite pode ser feito em hotéis ao longo do caminho. Outra opção é a Trilha Inca Curta, com apenas 10 quilômetros de extensão: pode ser percorrida em seis horas de caminhada.

Já o sobrevoo das linhas e buracos de Nazca, outro Patrimônio Mundial, também não pode ficar fora do roteiro. Ocupando uma área de cerca de 500 quilômetros quadrados, a Aranha, o Macaco, um humanoide e o Beija-flor são algumas das mais de 400 figuras cuja origem permanece um enigma.

Com tantos atrativos o Peru é um destino que transpira história, e com uma energia única. Perfeito para quem gosta de conhecer novas culturas, mas também imperdível para quem gosta de aventura.  Conte com a Ambiental para desenhar uma experiência ideal para você.

Conheça outros conteúdos que a Ambiental dispõe para você conhecer o Peru:

Choquequirao:

http://ambiental.tur.br/blog/choquequirao-outra-cidade-perdida-dos-incas/

Sítios arqueológicos:

http://ambiental.tur.br/blog/4-sitios-arqueologicos-especiais-para-voce-conhecer-no-peru/

Baixe nosso e-book de comidas peruanas:

http://ambiental.tur.br/blog/comida-peruana-receitas-tipicas/

Ou nosso e-book sobre turismo no Peru:

https://turismo.ambiental.tur.br/turismo-no-peru-ebook

Ou ainda, veja roteiro para explorar as misteriosas linhas de Nazca no Peru: http://ambiental.tur.br/blog/roteiro-linhas-de-nazca-no-peru/