01/03/2024

Euro: R$ 5,56

Dolar: R$ 5,12

01/03/2024

Euro: R$ 5,56

Dolar: R$ 5,12

Documentário “Patrimônios da Caatinga” está disponível online

Coordenado e financiado pela Rede Sesc/Senac, produzido pela DGT Filmes e com direção do cienasta Toni Nogueira, o Documentário apresenta imagens da fauna e flora da Caatinga, além de mostrar moradores da região e o patrimônio arqueológico da Serra da Capivara e da Serra das Confusões, ambas no Piauí.

 

O ano de produção é 2003 e o documentário segue atualíssimo. Ao longo desse tempo, Patrimônios da Caatinga circulou o Brasil através da TV Escola, sendo importante fonte de pesquisa para estudantes. Agora, está disponível na Internet para amantes da natureza, pesquisadores e curiosos em geral.

 

SOBRE A CAATINGA

 

Bioma esclusivamente brasileiro, o nome Caatinga vem do tupi e significa “mata branca”.

É esta a cor de sua vegetação durante o período seco, quando as folhas perdem sua coloração para evitar a perda de água e garantir a sobrevivência da planta.
Assim que chega o inverno, e com ele vem a chuva, rapidamente a caatinga se enche de cores.

 

A CAATINGA EM NÚMEROS

 

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, a caatinga ocupa uma área de cerca de 844.453 quilômetros quadrados, o equivalente a 11% do território nacional. Engloba os estados Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí, Sergipe e o norte de Minas Gerais.
Apesar da aparência hostil à vida, a Caatinga é extremamente rica em biodiversidade.
O bioma abriga 178 espécies de mamíferos, 591 de aves, 177 de répteis, 79 espécies de anfíbios, 241 de peixes e 221 abelhas. Cerca de 27 milhões de pessoas vivem na região

 

Para saber mais sobre o Documentário, acesse: Portal AZ

 

Crédito da Foto: André Pessoa (Siga o André nas redes sociais para conhecer mais do seu importante trabalho)

Está gostando do conteudo? compartilhe!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp